EXISTIMOS PARA O SERVIR

EXISTIMOS PARA O SERVIR
EMMÉRY MACEDO - COMERCIAL - NIF 2405252392

ADVERT

DEIXE QUE ALGUÉM AQUI, AJUDE-LHE A ENCONTRAR A MELHOR SOLUÇÃO...

SERVIÇOS DE QUALIDADE À BAIXO PREÇO...


Tuesday, 5 February 2013

Facturação da energia reactiva em Angola

Ouve-se cada vez mais falar da próxima facturação de energia reactiva em Angola, terá alguma informação relativamente a isto? Se realmente vai começar a ser facturada? Em que tipo de abastecimentos? Média Tensão (MT)? Baixa Tensão (BT)? (Ref: http://www.nemotek.pt)

Em 2001 o governo da República de Angola criou o regulamento do fornecimento de energia eléctrica. Esse regulamento foi publicado em diário da república, I série, Nº 23 de 18 de Maio de 2001. Podemos encontrar na Secção II – Forma e periodicidade de facturação de Muito Alta Tensão (MAT), Alta Tensão (AT), Média Tensão (MT), Artigo 71° (Energia eléctrica medida a tensão secundária), primeiro parágrafo, alínea C, a seguinte orientação: A energia reactiva medida será adicionada de uma parcela a 10% da energia activa medida em igual período, correspondente à participação do transformador na circulação de energia reactiva.

Contudo, o documento não faz referência as redes de baixa tensão.

Depois de publicado em diário da república, o Instituto regulador do sector eléctrico, lançou o projecto de regulamento do acesso às redes e as interligações em Dezembro de 2007. A Secção IV-Grandezas a medir, Artigo 56 - Energia reactiva, página 30, apresenta as seguintes orientações e especificações:

1 - A energia reactiva consumida pelo cliente designa-se por indutiva e a fornecida à rede designa-se por capacitiva.

2 - A energia reactiva consumida nas horas fora de vazio do período a que a factura respeita, que exceda a percentagem da energia activa consumida no mesmo período, estabelecida no regulamento de relações comerciais, deve ser objecto de facturação nos termos do Acordo de Acesso às Redes.

3 - A energia reactiva fornecida à rede, durante as horas de vazio, pode ser objecto de facturação.

4 - Para qualquer novo cliente, o distribuidor vinculado só pode proceder à facturação de energia reactiva decorrido um ano após o início da entrega.

Existe ainda o recente regulamento das relações comerciais aprovado e publicado em diário da república, I série, Nº 2 de 5 de Janeiro de 2011. As disposições que envolvam a aplicação do regime de tarifas e preços serão definidos pelo Instituto regulador do sector eléctrico (IRSE), como parte integrante do novo regulamento tarifário. Para mais informações consulte o decreto presidencial:http://www.irse.gov.ao/FrontOffice/generatePdf.aspx?file=45.Presidencial_n2_2011.pdf&filename=Decreto.Presidencial_n2_2011.pdf

Portanto, estão criadas as condições legais para o início da facturação da energia reactiva em Angola. Contudo, o governo ainda não deu início ao sistema de cobrança ou facturarão da energia reactiva. A implementação do novo sistema tarifário está a ser definida pelo IRSE. Abre-se assim mais uma nova fase, rumo ao desenvolvimento qualitativo dos sistemas de distribuição energética em Angola.

A possível participação de empresas como a  Nemotec ( http://www.nemotek.pt ) no sector energético Angolano, contribuiria qualitativamente para o desenvolvimento de projectos de melhoria da qualidade da energia eléctrica a nível industrial, visto que esses são os maiores productores de energia reactiva em Angola. A projecção de crescimento do sector industrial  e o aumento da demanda energética, exigem do governo Angolano um investimento significativo do sistema tarifário.

Espero que as disposições que envolvam a aplicação do regime de tarifas e preços sejam brevemente definidos pelo Instituto regulador do sector eléctrico.

Artigo relacionado: O FACTOR DE POTÊNCIA, SUAS CAUSAS E CONSEQUÊNCIAS -http://angolapowerservices.blogspot.com/2012/11/o-factor-de-potencia-suas-causas-e.html


Referência:

- Regulamento das relações comerciais


-Projecto de regulamento do acesso às redes e às interligações:


- O regulamento do fornecimento de energia eléctrica, publicado em Diário da República, I série, Nº 23 de 18 de Maio de 2001.

Compilado por:
Emméry Macedo
www.angolapowerservices.blogspot.com

No comments:

Post a Comment

My photo
Luanda, Angola
Consultoria e Prestação Serviços powered by Emméry Macedo - Engenheiro Eletrotécnico, BTECH, BEST CUM LAUDE, pela Durban University of Technology (DUT), Galardoado pelo Institute of Professional Engineering Technologists (IPET), Bacharel em Ciências Matemáticas pela Faculdade de Ciências da Universidade Agostinho Neto de Angola, Professor de Matemática e Física pelo IMNE- Garcia Neto, Professor de Electrόnica de Potência da Universidade Metodista, membro do IET - Institution of Engineering and Technology MIET nº 91651226, membro da Ordem dos Engenheiros de Angola OEA nº 2924, com certificação em ETAP, SKM, HV Switching, SAEP, etc...

Consultoria num click....